3 Grandes dicas para aquisição de um terreno

A melhor orientação e escolha de terrenos residenciais.

3 Grandes dicas para aquisição de um terreno

 

3 Grandes dicas para aquisição de um terrenoQuando pensamos em construir uma casa para que essa seja nosso lar, onde passaremos muitos anos construindo nossas historias, vendo nossa família crescer e se tornarem pessoas felizes. Temos que ter em mente a responsabilidade de escolhermos o melhor, para que nossa família se desenvolva e possa crescer de maneira mais saudável e feliz.
 
E para escolher um terreno, pensamos, obviamente, no preço. Porém existem mais preocupações que devemos ter na hora de encontrar o lugar ideal para construir sua casa.
 
Para isso, temos que fazer algumas escolhas bem-sucedidas, então separamos algumas dicas para te ajudar a escolher o melhor terreno para ser a base para a construção do seu sonho.
 
 
• Localização
Muito importante saber sua necessidade de local, como proximidade do centro da cidade, preferência por um bairro afastado e mais tranquilo, presença de hospitais, supermercados, escolas por perto. Um local silencioso, familiar, que tenha segurança, boa estrutura, parques e praças, arborização, próximo a comercio e serviços, fácil acesso ao trabalho. Um condomínio fechado, oferece primeiramente, segurança para toda a família e patrimônio, além de maior liberdade para as crianças brincarem e fazerem amizades. Enfim um lugar onde nossa família possa viver em paz e harmonia.
 
Além disso, deve-se considerar também a localização em relação ao Sol. Procure visitar os terrenos de manhã e a tarde para entender a luminosidade e o calor, garantindo que, no futuro, sua casa seja um ambiente agradável naturalmente. O posicionamento, quanto a orientação solar é importantíssima, pois proporciona uma residência mais arejada e iluminada, e isso ainda pode ser impactado pelas construções vizinhas. O que deve ser bem observado para a execução da planta da casa.
 
• Tamanho
É necessário entender qual seu desejo, se vai ser uma casa terrea ousobrado e quais ambientes gostaria: quantidade de quartos, banheiro, localização da cozinha, quantas vagas da garagem, espaço para piscina, quintal amplo, etc... Tendo seu projeto em mente, fica mais fácil observar terrenos que comportem suas projeções de moradia.
 
• Topografia
A observação do terreno quanto a topografia, é muito importante também, pois dependendo de como o terreno se apresenta, os custos para a construção podem variar bastante. Os terrenos com declive, originam níveis diferentes na residência, necessitando a criação de degraus ou escadas, o que futuramente pode se tornar um problema para idosos ou crianças pequenas.
Terrenos em declive ou aclive tendem a ser mais baratos que os planos, mas devemos considerar que terrenos assim necessitam movimentações de terra, aterros e estruturas de contenção, sustentação e de drenagem, que tornam a obra mais cara.
É importante saber também se há presença abundante de pedras e água no solo. Terrenos com muitas pedras geralmente tem solo duro e de difícil escavação para as fundações, e o excesso de água pode trazer problemas de umidade e infiltrações.
 
 
Lembrando também que o primeiro passo, para o processo de construção, é fazer a planta e ser acompanhado por um bom profissional da área, por exemplo um arquiteto, que tem mais conhecimento em diferentes tipos de construções e situações.
 
Como vimos, são muitas variáveis a se considerar nessas escolhas. Por isso o mais indicado é ter ajuda e orientação de um profissional capacitado, de maneira que te oriente e você fique tranquilo e satisfeito com a sua escolha do novo lar.

 

 

  • Data:
    11 de julho de 2020